A medida do sinal em experimentos de ELISA pode ser feita através de diferentes estratégias incluindo métodos colorimétricos fluorescentes e/ou luminescentes. Entre os substratos colorimétricos mais comuns, disponíveis no mercado, estão o ABTS, o OPD e o TMB.

Dentre as opções disponíveis, O TMB apresenta-se como o regente mais versátil, por diversos motivos:

  • O TMB possui sensibilidade muito superior quando comparado ao ABTS.
  • O TMB é levemente mais sensível quando comparado ao OPD. No entanto, o OPD é reconhecidamente um composto carcinogênico, enquanto que o TMB tem se mostrado um substrato altamente seguro, não mutagênico, em diversos estudos.
  • O TMB pode ser usado para medida de cinética contínua, com aparecimento de cor azul, medida continuamente a 650 nm.
  • Por outro lado, o TMB também pode ser medido descontinuamente, pela adição de ácido e leitura na cor amarela a 450 nm.

O TMB já é disponibilizado no mercado como reagente pronto para uso, portanto, seus experimentos tornam-se mais reprodutíveis e precisos, sem eventuais riscos associados ao processo de preparação.

Faça a escolha mais segura e sensível!

Escrito por: Maria de Lourdes Borba Magalhães, PhD.

Referências

Enzyme-linked Immunosorbent Assay (ELISA): From A to Z Por Samira Hosseini, Patricia Vázquez-Villegas, Marco Rito-Palomares, Sergio O. Martinez-Chapa. Editora Springer. 

Holland VR; Saunders BC; Rose FL; Walpole AL (1974). “A safer substitute for benzidine in the detection of blood”. Tetrahedron. 30 (18): 3299. doi:10.1016/S0040-4020(01)97504-0.

Ashby J; Paton D; Lefevre PA; Styles JA; Rose FL (1982). “Evaluation of two suggested methods of deactivating organic carcinogens by molecular modification”. Carcinogenesis. 3 (11): 1277–1282. doi:10.1093/carcin/3.11.1277PMID 6758975.

Chung K-T; Chen S-C; Wong TY; Li YS; Wei CI; Chou MW (2000). “Mutagenicity studies of benzidine and its analogs: Structure-activity relationships”. Toxicol Sci. 56 (2): 351–356. doi:10.1093/toxsci/56.2.351PMID 10910993.

Chung K-T; Chen S-C; Claxton LD (2006). “Review of the Salmonella typhimurium mutagenicity of benzidine, benzidine analogues, and benzidine-based dyes”. Mutation Research/Reviews in Mutation Research. 612 (1): 58–76. doi:10.1016/j.mrrev.2005.08.001PMID 16198141.

Deixe-nos um Comentário :)